O estudo “Digitalização, Resiliência e Continuidade dos Negócios”, publicado em 09/2020 pela Cisco/Deloitte, indica o uso de videoconferências e a modernização do sistema judiciário como os destaques do setor no período de pandemia. Como inibidores da aceleração da digitalização foram apontados infraestrutura inadequada, falta de amplo acesso à Internet, segurança digital e aspectos culturais.

Apesar do judiciário estar avançado com o processo judicial eletrônico, surgiram dificuldades de se trabalhar com o legado em papel e com a falta de integração dos sistemas dos tribunais, o que deve resultar num esforço para digitalizar 100% dos processos e acelerar a transição para um “novo normal mais digital”. Neste contexto, a segurança digital ganha destaque, principalmente com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Quer saber o impacto da LGPD nestes documentos? Assine Infolegal.